PARE DE CONTAR COM A SORTE | Fluxo de Caixa Projetado

Vamos falar sobre uma ótima maneira de prever ações futuras com base nos dados registrados no fluxo de caixa, voltado para quem quer planejar a movimentação financeira de uma empresa: o fluxo de caixa projetado.

Esse recurso é perfeito para administradores controlarem seus gastos diariamente e, então, identificar possíveis distorções entre os períodos de recebimento e pagamento de contas, visando um bom trabalho de planejamento. Se você não sabe do que se trata um fluxo de caixa projetado, pare de contar com a sorte!

Continue a leitura e entenda o que é, como montá-lo e como a Contta+ pode te ajudar.

Definindo fluxo de caixa projetado

Para entender o que é um fluxo de caixa projetado, é necessário compreender o que é “Fluxo de caixa”. É uma projeção mais eficaz para o controle financeiro de uma empresa e você saber mais clicando aqui.

Como o próprio nome sugere, o fluxo de caixa projetado será uma projeção de entradas e saídas financeiras da empresa durante um determinado período. Esses dados são importantes, pois permitem criar um histórico do que acontece dentro da empresa.

Com a projeção de um fluxo de caixa, é possível prever situações e agir antes que elas aconteçam, além de representar um artifício essencial para antecipar falhas ou situações de risco que tornem sua empresa vulnerável a imprevistos.

A curto prazo, o fluxo de caixa projetado tem como objetivo identificar quando a empresa tem dinheiro sobrando no caixa, e quando está faltando recursos, e essas informações podem ajudar você a escolher as melhores datas para pagar fornecedores e outros vencimentos, entre outras vantagens.

Pensando a longo prazo, essa projeção pode ajudá-lo a:

  • analisar a liquidez do negócio;
  • planejar as atividades financeiras da empresa;
  • controlar a situação financeira da empresa;
  • gerenciar o capital de giro de forma mais precisa.

Como aplicar o fluxo de caixa projetado

Conhecendo os conceitos, aplicar o fluxo de caixa projetado é simples! Em alguns passos, você já consegue se planejar:

  • Primeiro passo: determinar o período de tempo no qual será projetado o fluxo de caixa. Assim, você sempre ficará preparado para o presente e para o que o seu futuro financeiro pode oferecer. Quando for se tornando rotina, faça projeções para períodos maiores: semestrais ou anuais.
  • Segundo passo: listar as entradas e saídas que são recorrentes, tais como as contas de luz, água ou os pagamentos aos funcionários, é um passo importante. Não deixe de registrar nenhuma movimentação financeira.

Com os dados de todas as entradas e saídas recorrentes, é hora de fazer o mesmo com as entradas de dinheiro. Seja sincero com os prazos e condições de recebimento: costuma receber em parcelas, tem esquecido de lançar notas ou cobrar despesas de clientes? Considere também as falhas na sua projeção.

Aplicando o passo a passo, basta manter sua organização e atualizar sempre o que foi previsto e o que foi de fato realizado!

Como esse planejamento pode ajudar a minha empresa?

Se mesmo com todas as dicas, você ainda tem dificuldades em realizar o fluxo de caixa e o fluxo de caixa projetado, da sua empresa, pare de contar com a sorte!

Conheça a Contta+: com o nosso BPO Financeiro, podemos fazer o seu faturamento e realizar cobranças. Além disso, ajudamos com a gestão de pagamentos, a conciliação bancária diária e enviamos tudo isso pronto para sua contabilidade, através da nossa plataforma integrada, banindo de forma definitiva o envio de documentos físicos ao seu contador.

Quer saber mais?

Materiais para facilitar a sua rotina

Calculadora CLT X PJ X AUTÔNOMO

Versão 2020: compare agora os modelos de contratação e escolha o melhor para você!

Calculadora de FATOR R

Saiba se sua empresa pode pagar menos impostos por mês!

Deixe um comentário

Posts Relacionados

Envie seu Currículo

Junte-se ao nosso diverso grupo de colaboradores.

Abrir WhatsApp